• Thyrso Guilarducci

Mestres em Comando

Updated: Jun 2

24 - Manobras cuidadosas



Nesta parte final da série Mestres em Comando, retomo os comentários sobre as principais prevenções dos acidentes de trânsito envolvendo os veículos pesados; vamos olhar "pelo retrovisor". Isso mesmo, a marcha Ré.



Começando por analisar a marcha ré em um veículo menor como um automóvel, a marcha ré sempre requer cuidados especiais. Isso é básico: sem dispor da visão para trás, as possibilidades de atingir um obstáculo, outro veículo ou uma pessoa são maiores.


Parece ser muito óbvio dizer essas coisas, principalmente para motoristas experientes, que dirigem há muito tempo, habilidosos etc. Na verdade a experiência e o domínio do veículo tornam-nos mais seguros e independentes. Esse estado de proficiência é notável, mas implica no relaxamento da vigilância. Claro que não se trata de generalização e sim de possibilidades de uma parcela de condutores, principalmente de táxis, veículos de aplicativos, entregadores com vans e motos, embora estas não possuem marcha ré, salvo poucas exceções como a BMW abaixo.



Infelizmente não são poucas as ocorrências de motoristas que ao manobrarem seus veículos em marcha ré dentro de suas residências causam tragédias com os próprios filhos. Nos Estados Unidos esse acidente chamado de Rear-End Collisions já se tornou repetitivo e impactou muitas famílias por um luto ainda mais doloroso.


Como regra básica, antes de deslocar seu veículo em marcha ré, tenha absoluta certeza de que ninguém esteja próximo, principalmente crianças pois sua estatura não alcança o plano de visão pelos retrovisores.


Além das crianças, objetos que podem ser atingidos como muretas, hidrantes, postes, pilares, animais dormindo etc. podem causar prejuízos elevados. Uma boa informação é que a cada vez mais a tecnologia embarcada nos veículos estão se aprimorando e hoje a maioria dos veículos já possuem como itens de série os sensores de ré e alguns incorporados com a câmera que automaticamente coloca no multimídia do painel a imagem traseira bem nítida e com marcas para o balizamento.


Crédito: Vigia de preço


Além da visão, os sinais sonoros advertem aos motoristas se uma pessoa ou criança se posicionar em área de risco.


Marcha ré nos veículos pesados


É fato que os espelhos retrovisores dos caminhões, ônibus e cavalos mecânicos são bem maiores e por isso possuem um campo de visão mais amplo. Normalmente possuem até uma divisão para que parte do espelho mostre imagens convexas. Isso melhora muito a visão dos pontos cegos mas não 100% deles.


A tecnologia também foi introduzida nos veículos pesados e como nos automóveis, as câmeras de ré e sensores alertam internamente ao motorista e externamente as pessoas pelos ruídos intermitentes das cigarras ou alarmes. Além disso, são dotados de dispositivos ante embaçantes.


Uma nova tecnologia foi recentemente lançada para caminhões e ônibus eliminando o espelho retrovisor tradicional por câmeras digitais de alta sensibilidade com telas grandes que ficam no interior das cabines. Os testes iniciais dessa inovação têm se mostrado muito eficazes. Nos Estados Unidos uma comissão técnica do FMCSA (Agência Governamental para Segurança nos Transportes) está testando exaustivamente essa tecnologia para validar o uso definitivo opcionalmente.


Todas essas melhorias e inovações não garantem totalmente a segurança na marcha a ré. Por essa razão é fundamental que antes de manobrar um veículo pesado em marcha ré, uma pessoa capacitada ajude a orientar o motorista, principalmente no caso dos veículos articulados.


Carretas quando manobram em marcha ré e fechando pelo lado direito, os espelhos retrovisores perdem a eficácia. Do lado do motorista só enxerga o final do cavalo mecânico e a testeira (frente) do semirreboque. Pelo lado direito a lateral do semirreboque mas não o final que é o mais importante.


Para superar esse momento sem visão, somente com alguém orientando e alertando sobre os riscos possíveis na manobra. Uma boa forma de obter mais capacidade de manobrar pela direita sem ajuda em casos extremos, é treinar em algum espaço muito grande e sem nenhum obstáculo. Colocar alguns cones e controlar a ré pelos espelhos.


Marcando pontos virtuais e posição do semirreboque no retrovisor é possível efetuar a manobra e alinhar o conjunto para encaixar numa faixa determinada. Mas isso deve ser feito de preferência com alguém ajudando a alertar caso surja alguma pessoa, veículo ou obstáculo nos treinamentos.



Dicas preventivas para as manobras com carretas


Procedimentos importantes





Uma imagem para decifrar. Use sua imaginação e tente entender o significado!



Sim, isso mesmo! "A quebra de Asa"


Essa manobra é um desafio insano à todas as boas regras da segurança, da Lei e do mínimo de bom senso. Desrespeita às Vida não somente a própria, mas de todos que possam ser vítimas dessa atitude criminosa.


  • Mortes

  • Feridos graves

  • Crimes de trânsito

  • Prejuízos morais e financeiros



Assista ao vídeo abaixo e veja um retrato da insanidade humana. Cerca de oito minutos de filmagens das cenas mais absurdas de atentados contra as vidas, contra as Leis, os Direitos alheios, e muitas mais instâncias irresponsáveis. É bastante provável que essas atitudes dos meliantes do volante sejam induzidas pelos efeitos de substâncias químicas no cérebro, tais como anfetaminas, drogas sintéticas, álcool e por que não graus de demência.


Pelo lado econômico, uma pessoa que recebe em suas mãos um patrimônio que não raro superam meio milhão de Reais, provocam sua destruição que pode resultar em perda total devido as gravidades dos acidentes, podendo se incendiar, causar mortes e feridos, danos a veículos de terceiros e aos bens imóveis privados e do poder público.


É muito lamentável que nossas polícias Federal e Estadual não disponham de uma inteligência mais efetiva na identificação e prisão desses criminosos que são incentivados por uma camada social despreparada para os entendimentos mínimos da cidadania e valorização da vida.


Em breve vou publicar um Artigo com depoimentos de profissionais da psicologia sobre esses comportamentos mostrados no vídeo em questão. Já enviei os convites para as Psicólogas Erika Guilarducci e Luci Roca, ambas proficientes na área.


https://www.youtube.com/watch?v=5_ZTDCZDR7g


Concluímos assim a série MESTRES EM COMANDO que reuniu os principais temas ligados com a segurança no trânsito, em particular envolvendo os veículos pesados. Com base nos treinamentos realizados nas principais academias de ensino a motoristas profissionais nos Estados Unidos e Canadá, acredito que consegui fazer um resumo dos tópicos mais relevantes.


A título de informação, esse levantamento que cataloguei possui um arquivo com quase 1.000 slides em Power Point que os traduzi e adaptei muitos termos técnicos durante quase dois meses.


Não paramos por aqui. O mês de maio está no final, mas a campanha pela Segurança no Trânsito continuará nos meses subsequentes.


Quero registrar um especial agradecimento a Erika E. Guilarducci, Psicóloga Especialista de Mauá, SP pela gentil contribuição da mensagem abaixo e referenciando o MAIO AMARELO.


Agradeço pela leitura!


Thyrso



19 views0 comments

Recent Posts

See All