• Thyrso Guilarducci

Mestres em Comando

12 - Excelência Aplicada



Nossa Série Mestres em Comando prossegue abordando nesta publicação a importância da Excelência como padrão nas atividades da direção de um veículo, principalmente um ônibus, uma carreta ou caminhão, veículos de emergências, enfim, todos eles incluindo as motocicletas, motonetas, automóveis e vans menores, uma bicicleta ou um skate.


Será que seria exagero incluir um esportista de skate no centro das atenções desse tema? As respostas surgirão conforme nos aprofundamos e a leitora ou leitor poderá concluir por si,



Quem já não presenciou, mesmo em filmes ou reportagens nos noticiários nas TVs uma sessão processual num Tribunal do Júri ou no plenário da Câmara Federal ou no Senado? Um parlamentar ao dirigir-se a um de seus pares, embora estejam nivelados nas funções, valem-se dos pronomes de tratamentos protocolares chamando o referido por "Vossa Excelência não seguiu o Regimento da Câmara e por essa razão atribuo à sua conduta um descaso com as bases mínimas do decoro..."


O fato de chamar ao colega como Excelência é um reconhecimento de sua autoridade como Deputado Federal, outorga concedida devido aos ritos eleitorais da democracia. Mesmo que a causa do assunto seja uma agressão, uma denúncia, esse tratamento é um diploma vivo do mérito obtido por estar ali naquela cadeira enquanto perdurar o seu mandato.


O que de haver isso tudo com um motorista profissional? Não precisamos chamar um motorista de Vossa Excelência, mas que ele deve ser excelente no que faz não restam dúvidas. Quanto aos parlamentares, é Lei! (...)


Os Dicionários de modo geral definem excelência como um alto grau da qualidade, que atende às expectativas, irretocável etc. Isso significa uma estreita ligação da excelência com a atividade do motorista.


Em resumo, aplicar a excelência nos detalhes!





No exemplo abaixo o foco é dirigido a um motorista de veículo para transporte de mercadorias, podendo ser caminhão, carreta, camionetes, vans, motos, não importam quais. Os cuidados são proporcionais.



Da mesma forma, o padrão da excelência deve ser aplicado (ainda mais) no transporte de passageiros, o que pode ser por um ônibus convencional, ou articulado, um modelo double deck (ônibus com dois salões), uma van ou mesmo um automóvel no transporte por aplicativos.



Nesse caso, a responsabilidade é maior e vale muito recordar as recomendações dadas nos Curso Especializado para Condutores de Veículos de Transporte Coletivo de Passageiros que é obrigatório para motoristas de ônibus e micro ônibus, vans, conforme a Resolução 168/2004 do CONTRAN Conselho Nacional de Trânsito.


Esse curso tem excelentes abordagens sobre legislação de trânsito; direção defensiva; noções de primeiros socorros, meio ambiente e convívio social no trânsito; e relacionamento interpessoal em 50 horas aulas.



Crédito: Imagem acervo pessoal PA Tours / Honolulu - Hawaii




Cabe uma observação importante sobre as atividades de motoristas de ônibus urbanos nas grandes cidades do Brasil. As pressões impostas aos profissionais do volante nessa categoria são imensas, principalmente por relacionarem-se com uma grande quantidade de passageiros, tráfego congestionado, motoristas de outros veículos que não respeitam as regras de trânsito, ruídos excessivos, temperaturas extremas no calor e no frio, além de turnos de trabalho que exigem acordar muito cedo ou chegar em casa pela madrugada.


Atualmente e felizmente, muitos ônibus estão sendo substituídos por modelos modernos com piso rebaixado, transmissão automática ou automatizada, sistema auxiliar de freios, enfim, modernas tecnologias e conforto como ar condicionado e redução dos ruídos. Todavia, persistem ainda muitos ônibus antigos montados sobre chassis muito similar ao dos caminhões, com suspensão metálica, ruidoso e sem ar condicionado.


Soma-se esses fatores às constantes crises de relacionamentos entre os fiscais e inspetores e os motoristas nos plantões das empresas de ônibus, o que torna o ambiente "pesado" e potencial aumento de riscos no desempenho das funções, independente das razões.


A pressão sobre os motoristas de coletivos urbanos é uma das causas de registros de transtornos psicológicos e psiquiátricos como as crises de Burnout. Essa patologia foi comprovada por estudos de especialistas como indutora a graves crises neurológicas que podem chegar a extremos da violência como suicídios e homicídios.


Sobre Transtorno de Burnout em fiz um Artigo Acadêmico que publiquei no endereço abaixo:

https://www.linkedin.com/posts/thyrso-guilarducci-b9008417b_o-caos-no-tr%C3%A2nsito-e-como-afeta-o-comportamento-activity-6776258069803352064-XEI0


Os motoristas que entendem e praticam os hábitos da excelência são destacados pela qualidade de vida própria, do ambiente onde convivem e isso alcança a sua família, seus amigos e a comunidade.


A Segurança no Trânsito é o resultado de muitas atitudes individuais e a excelência é uma das mais notáveis!




A excelência não se limita ao transporte de passageiros. Ela é ampla e aplicável à qualquer tipo de atividade de um motorista. No quadro abaixo alguns exemplos que mencionam as vantagens que um motorista excelente se vale.


Alguns depoimentos dos motoristas:



Quando se menciona a Excelência não se trata daqueles motoristas campeões em concursos patrocinados por algumas empresas famosas no mercado. Esses concursos são de fato muito notáveis e os competidores brilham como exemplos de competência em manobras artísticas de carretas, com registros intocáveis em seus históricos e tudo mais que os elevam a um patamar quase da fama.


Mas isso não se pode resumir à essa pequena amostra de profissionais que ganharam algum prêmio. Os mais notáveis de fato são aqueles "guerreiros e guerreiras" do dia a dia que no anonimato praticam as suas excelentes manobras para cumprir suas jornadas, suas tarefas, mês após mês, anos após anos sem nenhum acidente ou incidentes, orgulhosos de serem respeitosos das vidas de terceiros e das suas próprias.


Advertências a considerar





O tema da EXCELÊNCIA é também fundamental e merece uma continuação.

É o que faremos no próximo post!


Obrigado pela leitura


Thyrso Guilarducci




13 views0 comments

Recent Posts

See All