• Thyrso Guilarducci

Sinalização de Trânsito

A qualidade é fundamental para o resultado!




Quando a sinalização é deficitária, quer seja por desgaste pelas intempéries, corrosão, exposição prolongada às chuvas, Sol, sereno, ventos, granizo e outros agentes, incluindo as pichações e depredações por vandalismo, ela perde sua finalidade e compromete a segurança seriamente ou mesmo uma indicação de acesso, informação etc.



Até mesmo a sujeira típica das camadas de poluição e poeira impregnadas causam a obstrução da visibilidade da placa, principalmente as informações por caracteres.



É muito comum observar-se uma placa de trânsito nova ser instalada numa via e ali ela permanecerá sob a ação de sol, chuva, sereno, vento, poluição até que em determinado tempo a Prefeitura ou administração responsável pelo local a substitua.


PROBLEMA NÃO É APENAS DE ORDEM FINANCEIRA


Uma placa de sinalização de qualquer finalidade, quando em boas condições o condutor do veículo entende o significado ou lê as indicações muito rapidamente, como é o visual da placa acima.


Veja agora a mesma placa sem manutenção e que sofreu a ação do tempo tornando-se desbotada e sem contrastes definidos.




Devido o desgaste da placa sem manutenção, a leitura e interpretação pelos motoristas e motociclistas demandará mais tempo com os olhos desviados da atenção à direção.


Isso significa aumento dos riscos de ocorrer um sinistro, pois apenas dois segundos a mais com o olhar desatento num veículo a 110 km/h significam 31 metros dirigidos às cegas.


Acredito que falta um senso de preservação do patrimônio público, pois essas placas poderiam ser mantidas periodicamente limpas através de um calendário. Além da limpeza a aplicação de algum produto que conserve a pintura e elimine ferrugens de parafusos que danificam a vida útil da sinalização. O mercado possui inúmeras opções!


Até mesmo uma oportunidade em dias de chuvas intensas, aproveitando que a umidade intensa favorece a remoção das camadas de poluição e poeira economizando água. Uma operação sustentada com redução de consumo de água. Mesmo as águas para limpeza em carros pipas com fonte de reuso.


A economia com novas compras seria grande e com estudos mais aprofundados, estabelecer a durabilidade com ou sem manutenção para adoção de ações permanentes na limpeza das placas.


Detalhe importante. Uma placa de regulamentação de velocidade na cidade de São Luís, MA totalmente destruída pela maresia. Uma situação de risco ao não deixar clara a limitação da velocidade no local.



Nas rodovias os riscos são maiores pela simples razão de que as velocidades são maiores que nos centros urbanos. No exemplo acima uma sinalização desgastada e oculta pelo mato pode levar um condutor a um sinistro ao passar em velocidade sobre a ondulação transversal adiante (lombada) nessa rodovia BR-135 no Estado do Piauí.


Na imagem acima postada pelo Portal Guará em São Luís, MA, por ironia uma sinalização bastante desgastada e ilegível bem de fronte à Polícia Militar Rodoviária do Maranhão.


Com certeza esse é um tema a ser abordado pelas Ações do PNATRANS que estabelece metas pela radical redução das mortes e feridos no trânsito e a sinalização é um fator de prevenção por excelência.




Como sugestão é a sensibilização das entidades responsáveis pelas correspondentes sinalizações viárias quem estão sob seus domínios para uma ação de revitalização, conservação e substituição de todos os tipos de sinais danificados, incluindo os horizontais que são as marcas de canalização, faixas de pedestres, faixas delimitadoras de vias entre muitas outras.


Agradeço pela leitura e em especial ao Engenheiro Patrick Neri de Oliveira da cidade de Araçatuba, SP pela gentileza de sua mensagem sobre a segurança no trânsito postada abaixo.



Forte abraço


Thyrso Guilarducci

13 views0 comments

Recent Posts

See All