• Thyrso Guilarducci

Alinhamento da direção

Mantenha seu veículo em segurança


A GEOMETRIA DO VEÍCULO


Já comentei em post anterior (03/10/2021) sobre a importância da manutenção do veículo para a preservação de sinistros.


O Artigo pode ser acessado pelo link:


https://www.safethy.com.br/post/manuten%C3%A7%C3%A3o-de-ve%C3%ADculos


Abordo neste Artigo especificamente sobre uma questão muito relevante e com detalhes polêmicos que levam muitas pessoas às dúvidas e, como diz o Bóris Feldman do Portal AutoPapo, "Picaretagens" de muitas oficinas mal intencionadas e/ou despreparadas tecnicamente para uma atuação responsável.



A estabilidade e performance de um veículo é fator fundamental para a segurança no trânsito. Não basta o respeito aos limites de velocidade. Isso é o mínimo, porém, é muito possível que um automóvel na velocidade limite da via seja desgovernado numa curva com pista molhada ou com detritos caso a geometria da suspensão e direção estejam fora dos valores determinados pelo fabricante do veículo.


Boris Feldman

Crédito https://mobile.twitter.com/blogdoboris


Os principais elementos estão no alinhamento da direção, pois quando divergem ou convergem na trajetória forçam uma derrapagem e ainda provoca o desgaste prematuro dos pneus e das peças e componentes em geral.


O alinhamento da direção é um serviço rápido e não muito custoso que normalmente é executado em aparelhagem eletrônica com ajuda de lasers e imagens refletidas em painéis de alta precisão. Feito o alinhamento, a direção fica centrada na coluna e o veículo torna-se mais estável em linha reta e nas curvas.


Importante: é muito comum que algumas oficinas especializadas em alinhamento queiram proceder a cambagem. Entre mitos e verdades sobre esse serviço, convém esclarecer que nenhum manual técnico das montadoras nacionais menciona a cambagem, portanto trata-se de algo fora dos padrões técnicos e isso contraria as boas práticas e em última análise, pode significar até mesmo a perda da garantia de um veículo ainda coberto pelo período contratual.


Afinal, o que é essa polêmica cambagem?

No alinhamento padrão e regularizado, os ajustes da direção colocam os ângulos de divergência e convergência dentro dos limites especificados. Divergência é quando as rodas dianteiras tendem cada uma forçar para o lado de fora do veículo. Isso provoca um atrito pela rolagem irregular que causa uma espécie de escamas na banda de rodagem dos pneus.


Da mesma forma a convergência que provoca o direcionamento das rodas dianteiras para o lado interno do veículo. Os efeitos são semelhantes e ambas as anomalias provocam desgastes, falta de estabilidade e riscos em velocidades. Numa curva os pneus “chiam” facilmente quando esse desalinhamento é acentuado.


As convergências e divergências podem ter ângulos diferentes em cada roda dianteira.


Outro ajuste é o câmber que é a inclinação vertical das rodas. Quando desajustada, pode ser positiva ou negativa. Se os pneus apresentarem desgastes maiores no lado externo é positiva e desgastes maiores internos é negativa. É daí que nasce a situação da malfadada CAMBAGEM!


PROBLEMA: as oficinas endireitam o quadro ou torre através de macaco hidráulico ou correntes com esticadores de alta potência (Cyborgs) tracionando o conjunto da suspensão por alguns minutos na posição do ângulo correto. Ocorre que essa torção provoca o enfraquecimento do aço da suspensão e torna-se menos resistente ao uso normal, principalmente em vias irregulares e com buracos.


Outro detalhe é que a suspensão pode facilmente perder a regulagem feita de forma rudimentar voltando ao mesmo erro de medida antes de forçar o endireitamento.

A deformação câmber ou cambagem ocorre por algum componente da suspensão danificado.


Para resolver a cambagem deve-se identificar qual peça está danificada!


Pode ser um amortecedor, pivô, manga de eixo, mola, braço da direção, terminal de direção e até rolamento de roda. É fundamental identificar a causa e solucionar com a troca do componente. Após isso a cambagem volta ao lugar correto sem artifícios inescrupulosos.



Existem ainda muitos outros componentes que fazem parte da suspensão e uma oficina adequada poderá identificar a raiz do problema. Em alguma situação na qual o veículo colidiu lateralmente contra uma guia de calçada numa eventual derrapagem, os danos podem ser estruturais. Todo o conjunto da suspensão sofre uma deformação que dependendo do resultado pode condenar o veículo à uma perda total pois a carroçaria integralmente é afetada.


Não seja vítima de fraudes. Procure uma oficina competente e de confiança para sanar o problema pela raiz e não prejudicar seu veículo, seu bolso e o mais importante, a segurança pessoal, da família e de terceiros no trânsito.


Prevenção é fundamental para uma direção mais segura. Dirija com atenção e evite ser surpreendido por buracos, deformações na via e cuide sempre da manutenção do seu veículo.


Respeitadas todas as proporções e especificações técnicas a mesma coisa vale para os pesados. Caminhões, ônibus, carretas devem manter o alinhamento dos veículos sempre em conformidade. Fator de segurança e economia.


Thyrso



13 views0 comments

Recent Posts

See All