• Thyrso Guilarducci

A importância da Luz

Um descuido muito comum...E muito grave!


Imagine um motorista ao sair de um escritório ou residência à noite. Ele chega até seu carro, aciona o alarme para desativar e destravar as portas e entre no carro. O veículo é um modelo moderno e muito hitech, tem multimídia, som de última geração, ar condicionado independente e muitos mimos adicionais.


Detalhe: ao entrar no veículo e colocar a chave no contato o painel todo se acende e mostra todos os instrumentos. São uma infinidade de luzes e um lindo painel iluminado que brilha intensamente.


O motorista aciona a partida, o carrão começa a se deslocar. O câmbio automático é dos bons, não provoca nenhum tranco. O motorista feliz com seu "possante" entra numa avenida de trânsito rápido e segue para o seu destino tranquilamente.


De repente ele sente que algo está estranho. Ele não percebeu que havia uma faixa de segurança adiante no seu trajeto e para completar, o senhor idoso atravessando...


O que aconteceu?


O carro moderno, facilita ao motorista mostrando o painel iluminado mas não acende os faróis e nem o motorista se deu conta que estava andando sem as luzes externas.

Tanto os faroletes, faróis, lanternas e luz de placa estavam totalmente apagados. Essa modalidade de painel automático é um risco muito grande. Muitos motoristas não sentem a necessidade dos faróis devido a iluminação pública e seguem assim no escuro. As pessoas e outros motoristas não enxergam o veículo se aproximando, principalmente os de cores escuras.


Alguns modelos ainda mais modernos possuem luzes automáticas que se acendem de dia ou de noite assim que o motor é acionado, porém as luzes traseiras nem todos dos mais modernos acendem.


Veja na sequência das imagens como isso é perigoso:


Cena 1 - O motorista entra no carro, coloca a chave e o painel se acende.


Cena 2 - Transitando apagado e só com painel iluminado, o motorista não percebeu a faixa de segurança com antecedência e nem o pedestre cruzando a via viu o carro que estava apagado e se aproximando rapidamente.


Cena 3 - O motorista entrou no carro, colocou a chave no contato e o painel estava totalmente apagado. Ele logo acendeu os faróis para poder ver o painel e iluminar o trajeto. Tudo normal.

Cena 4 - O motorista viu a faixa de segurança à tempo, reduziu a velocidade e o pedestre também ficou atento vendo o farol do carro e só atravessou após certificar-se do carro parar.


CONCLUSÃO


Conheça bem o seu veículo. Saiba quais são os equipamentos e as funcionalidades. Se for dirigir um modelo estranho, teste antes as funções mais elementares para não ser surpreendido.


Transitar à noite sem utilizar o farol e lanternas é uma infração de trânsito pelo CTB - Artigo 250 Inciso I que ocasiona penalização com multa média. Mas isso é até o menor dos problemas pois os riscos reais de um sinistro são elevados.


Um check-list mental ajuda muito antes de movimentar o veículo:

  • Retrovisores ajustados

  • Faróis acesos

  • Posição do banco

  • Pisar na embreagem (carro não automático) ao acionar a partida

  • Ligar o pisca pisca

  • Olhar sobre os ombros antes de sair pelo lado esquerdo (ponto cego)

  • Movimentar cuidadosamente (atente se algum carro apagado pode estar se aproximando por ironia).

Cuidados elementares que ajudam a prevenção de sinistros!


Boa Viagem!


Thyrso




13 views0 comments

Recent Posts

See All